História do Ensino em Portugal
Capa do Livro "História do Ensino em Portugal"
História do Ensino em Portugal: desde a fundação da nacionalidade até ao fim do regime de Salazar-Caetano por Rómulo de Carvalho.
1.ª ed. – Lisboa : Fund. Calouste Gulbenkian,
imp. 1986 BN S.C. 59992 V.
2.ª ed.: 1996 (BN S.C. 82775 V.)
3.ª ed.: 2001 (BN S.C. 92499 V.)


"Tratam-se de quase mil páginas, que, conforme vem logo no prefácio, pretendem colmatar o vazio da falta de uma obra similar. Com o subtítulo Desde a fundação da nacionalidade até ao fim do regime de Salazar-Caetano, é um livro verdadeiramente enciclopédico, contendo informação rigorosa que é aqui e ali contrabalançada por opiniões pessoais (veja-se, por exemplo, no final, o modo bem simpático como é tratado José Veiga Simão, o último Ministro da Educação mencionado).

O livro é obrigatório para todos os que se interessam pelo ensino em Portugal. O ensino de hoje é, afinal, resultado de um passado feito de mil incidentes e circunstâncias que não podem ser ignorados se queremos compreender e modificar o presente.

Tal como o Texto Poético como Documento Social, o livro termina com a revolução do 25 de Abril de 1974. Apesar de lhe ter sobrevivido 23 anos, Rómulo de Carvalho foi, decididamente um homem do tempo anterior. Habituado ao silêncio de uma rebelião intelectual extravasada apenas em certos textos poéticos de clara crítica sociopolítica, não compreendeu facilmente o ruído que se seguiu e que foi o "intermezzo" necessário à introdução do novo regime democrático. De resto, achou e bem que não se deve escrever em cima dos acontecimentos.

Rómulo de Carvalho não foi apenas um grande pedagogo, mas também um dos maiores estudiosos da pedagogia em Portugal. Este livro ficará como um clássico."

In artigo "Os meus livros favoritos de Rómulo de Carvalho", págs. 15 a 17, Gazeta de Física, vol. 20, fasc. 1, Janeiro/Março, 1997