Pesquisa

Visitantes

Temos 2 visitantes em linha
Manuscritos de Poemas
mesa.jpg

 

 

 

 

Dos passeios que dava, surgiam-lhe na mente poemas. Bastava, depois, sentar-se e escrevê-los, à mão. O zelo com que arquivava tudo o que encontrava de interessante levou a que o seu espólio, doado à Biblioteca Nacional, estivesse contido em 55 caixas arquivadoras. Homem metódico, não abdicava das suas notas. Aqui surgem algumas delas, em forma de poesia.

Filtro     Ordenar     Listar 
Título do artigo
Adeus, Lisboa
Amador sem coisa amada
Amor sem tréguas
Âncora no lodo
Anjo incolor ; Sonho de valsa ; Espelho de duas faces
Aurora boreal
Calçada de Carriche
Chuva na areia ; Homem
Como será estar contente?
Declaração de amor
Dia de Natal
Enquanto
Escopro de vidro
Espero-te sempre
Estrela da manhã
Fado
Fala do homem nascido
Flor de carne
Gota de água
Hora H
Impressão digital
Lágrima de preta
Lágrimas tudo
Leitmotif
Lição sobre a água
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 | Seguinte > Final >>
Resultados 1 - 25 de 65